Comerciante foge e dá calote em 20 funcionários na Capital

Por em junho 15, 2016 3:05 pm , Categorias:

Vinte funcionários de uma loja de confecções na área central de Campo Grande foram surpreendidos quando chegaram esta semana para trabalhar. O proprietário “limpou” a loja e desapareceu sem efetuar os pagamentos de salários e muito menos as rescisões trabalhistas.

Trata-se da loja Fabi Confecções, situada na Rua 13 de Maio, 2.500, quase esquina com a Barão do Rio Branco, do empresário Lindomar Moraes, que está incomunicável. O caso foi levado pelos funcionários ao Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande –SECCG, que está ingressando com ações trabalhistas contra a empresa para garantir os direitos dos empregados.

“É lamentável um procedimento dessa natureza, que, ao que tudo indica, de má fé do empresário que fugiu, sem pagar os direitos dos trabalhadores”, afirmou Idelmar da Mota Lima, presidente do sindicato.

A advogada do SECCG, Raphaela Silva Modeneis Reis informou que são 20 funcionários, a maioria mulheres, inclusive uma delas gestante. O proprietário da loja fechou o estabelecimento  e não deu aviso prévio aos funcionários, que ficaram se receber, inclusive seus salários. “Estamos entrando com ações trabalhistas para garantir os direitos dos empregados”, informou.

A funcionária Adriely S. A. informou que tem quase dois anos de trabalho na Fabi Confecções e que a loja abriu há 3 anos em Campo Grande. Disse também que o empresário Lindomar Moraes veio de Goiânia, de onde comprava a maioria de suas mercadorias revendidas nesta Capital. Ela afirmou que a maioria dos 20 funcionários da loja tem em média 1,8 meses de casa. Ela lamentou não só a perda do trabalho, mas também o calote que recebeu do empresário que levou todas as mercadorias e mobílias da loja, certamente durante a noite.

“Nós estamos confiantes de que o Sindicato vai nos ajudar para que possamos, de alguma forma, recebermos nossos direitos trabalhistas”, afirmou a funcionária. (Assessoria)