Cassems lança programação do ‘Outubro Rosa’

Durante todo o mês, a Caixa dos Servidores realiza ações com foco na prevenção Por em outubro 8, 2018 7:34 pm , Categorias: Categorias:

 

 

Todo ano, quando outubro chega, junto vem o alerta sobre o combate aos fatores de risco do câncer de mama, a importância da prevenção e do seu diagnóstico precoce. A Cassems, mais uma vez, abraça a campanha ‘Outubro Rosa’ e intensifica, durante todo o mês, as ações de prevenção ao câncer. Neste ano, a programação inclui aula de yoga, atendimento com o Ônibus da Saúde e o convite para que beneficiárias da Caixa dos Servidores atualizem seus exames.

 

Como em outros anos, a Cassems listou as beneficiárias, entre 50 e 69 anos, que não fizeram seus exames de mamografia nos últimos três anos e as enviou uma carta, a Cartinha Rosa, convidando para colocar esses exames em dia.

 

Vários estudos demonstram que, se diagnosticado em fase inicial, o câncer é curado e a qualidade de vida da mulher se diferencia em relação às que foram diagnosticadas em estágio avançado. O câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres, no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), a estimativa para 2018 é de 59.700 novos casos.

 

O câncer de mama é relativamente raro antes dos 35 anos, porém, acima dessa idade, a sua incidência cresce progressivamente, principalmente depois dos 50 anos. Para a diretora de Assistência à Saúde e médica ginecologista, Maria Auxiliadora Budib, as ações do ‘Outubro Rosa’ são necessárias para chamar a atenção das mulheres sobre a importância da prevenção.

 

“É importante saber que, se diagnosticado precocemente, as chances de cura chegam a 95%. E nós que tratamos das servidoras públicas do Estado vemos nas estatísticas que a doença só vem aumentando, sobretudo em mulheres jovens”. Ainda segundo a médica, é de extrema importância que os exames de mamografia, preventivo e exames clínicos estejam sempre em dia.

 

O presidente da Cassems, Ricardo Ayache, explica que as ações do ‘Outubro Rosa’ têm um objetivo, que é a prevenção. “Essas ações pontuais ajudam as equipes a trabalharem melhor o tema da prevenção e da conscientização, que é o foco central do Outubro Rosa. Essas ações são pensadas de forma a valorizar os gestos de solidariedade e o cuidado humanizado com as nossas pacientes”.

 

OUTUBRO ROSA

 

O movimento, que iniciou no século XX, é comemorado em todo o mundo como uma bandeira de combate ao câncer de mama. Em 1997, a ação efetivamente começou a fomentar a prevenção pelo diagnóstico precoce da doença. No Brasil, o primeiro grande ato do movimento aconteceu em 2002, em São Paulo, quando um grupo de mulheres sensíveis a causa iluminou o obelisco do Ibirapuera com uma luz rosa, em alusão a cor do movimento. Em outubro de 2008, o maior símbolo do Brasil, o Cristo Redentor, foi iluminado de rosa, mostrando, dessa forma, a força do movimento.

 

Com o tempo, o movimento foi ganhando repercussão na mídia e, atualmente, acontece em todas as Capitais brasileiras e em várias cidades do interior. A alusão à cor rosa buscar alertar as mulheres para a causa do câncer de mama e incentivá-las a realizarem os exames preventivos, como a mamografia.