Famílias comemoram distribuição de lotes

Prefeitura de Campo Grande valoriza transparência com sorteio em praça pública Por em dezembro 14, 2018 7:18 pm , Categorias: Categorias: Categorias:

 

 

A emoção tomou conta de 54 famílias que assinaram o contrato do primeiro sorteio em praça pública, realizado pela Prefeitura de Campo Grande, para distribuição de lotes de interesse social do loteamento Bosque das Araras.

 

O sorteio obedece a uma lei do prefeito Marquinhos Trad, de número 299, de maio de 2017, que obriga o sorteio em praça pública. A lei assegura transparência e coloca fim a questionamentos sobre os critérios adotados para lotes ou casas na Prefeitura.

 

“Através do sorteio em local público, a distribuição se torna mais justa e a população se sente segura. É o primeiro passo para mostrar que tudo mudou. Com este trabalho estamos promovendo justiça para que as famílias vivam com dignidade”, assegurou o prefeito Marquinhos Trad.

 

Os primeiros sorteios, que aconteceram no mês de agosto, durante a Feira Habita Campo Grande, foram direcionados aos idosos e três famílias (5%) foram sorteadas. É o caso de Clarindo Francisco Cardoso, 64 anos, que não conteve sua alegria ao assinar o contrato. “Estou tão feliz que nem dormi direito a noite passada. Meu nome foi o último sorteado no dia 28 de agosto, no ato público. Naquele dia a sorte brilhou para mim! Agora, posso terminar meus dias aqui no bairro, e num local para chamar de meu”, comemorou.

 

A jovem Valquíria Granja, que também foi contemplada com um lote, disse que está realizada com essa assinatura. “Ainda não caiu a minha ficha. Tenho três filhas e esse lote é a realização de um sonho”, disse.

 

O diretor-presidente da Emha, Enéas Neto, lembra que a transparência na habitação é um compromisso da atual administração municipal de Campo Grande. “É o nosso compromisso, do plano de governo do prefeito, de fazer o sorteio em praça pública, garantindo transparência. Agora, quem mora de favor, nunca mais vai ouvir dizer que mora de favor. Vocês vão morar no que é de vocês”, ressaltou.

 

Enéas explica que esses lotes foram direcionados para pessoas com renda de até 3 salários mínimos, sendo que o valor mensal da parcela, para quem pagar em dia (com 15% de desconto), será de R$ 102,13. E, para cada doze prestações pagas em dia, haverá a redução de uma parcela.