Fórum estadual discute ética e combate à corrupção

À frente da Operação Lava Jato, delegada Erika Marena participará do evento do TCE Por em março 14, 2017 2:22 pm , Categorias: Categorias: Categorias: Categorias:

 

A segunda edição do Fórum de Direito, Ética e Combate à Corrupção está confirmada para os dias 4 e 5 de maio de 2017, na sede do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul, que fica localizada no Parque dos Poderes, em Campo Grande.

Entre os palestrantes estão confirmados para o evento o Ministro do Tribunal de Contas da União, Bruno Dantas; o Presidente da ATRICON, Conselheiro Valdecir Fernandes Pascoal; e a Delegada da Polícia Federal, Erika Mialik Marena, uma das coordenadoras da Operação Lava Jato.

Esta semana, a diretora da Escola Superior de Controle Externo – ESCOEX/TCE-MS, conselheira Marisa Serrano, recebeu representantes de dez instituições para discutir os preparativos do evento.

“Foi uma reunião muito produtiva, de altíssimo nível, em que discutimos toda a logística necessária para recebermos em nosso Estado autoridades de renome nacional, que estão trabalhando a frente dos processos que apuram denúncias de corrupção em nosso País, e que vão trazer significativas contribuições para refletirmos e debatermos sobre temas muito importantes”, ressaltou.

SOCIEDADE COBRA
Foram convidados para a reunião representantes do Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Procuradoria Geral do Estado,  Advocacia Geral da União, Polícia Federal, Tribunal de Contas da União, Controladoria Geral da União, Receita Federal MS, Ministério Público Estadual e Ordem dos Advogados do Brasil.

O evento pretende abordar temas como: ‘Combate à Corrupção em Rede: O Papel dos Tribunais de Contas’, ‘Corrupção e Lavagem de dinheiro’, e outros que possam instigar uma ampla reflexão sobre a realidade brasileira e a necessidade da união de todas as instituições em prol de ações que pretendem contribuir para que a gestão pública atue de acordo com as expectativas da sociedade.

O presidente do TCE-MS, conselheiro Waldir Neves, explicou que a sociedade cobra uma resposta clara do Poder Público acerca dos problemas vividos pelo Brasil. “A participação efetiva de todos os órgãos de controle é fundamental para a união com as instituições e fortalecimento das políticas públicas, já que temos nos empenhado para que o nosso Tribunal trabalhe de uma forma pedagógica, preventiva e efetiva em suas ações”.

AUTORIDADES
Em maio do ano passado, o TCE-MS realizou a primeira edição do Fórum, que teve uma ampla participação de autoridades e instituições, além de contar com  a contribuição de juristas reconhecidos nacionalmente que debateram, principalmente, o papel dos órgãos de controle no combate à corrupção.

Palestrantes confirmados: conselheiro José de Ribamar Caldas Furtado, presidente do TCE –MA; conselheiro Valdecir Fernandes Pascoal, presidente da ATRICON; Wagner Campos Rosário, auditor federal e Secretário Executivo do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria Geral da União; Bruno Dantas, ministro do TCU; Perpaulo Botini, professor de Direito Penal da USP, Foi advogado no Mensalão; Flávio Garcia Cabral, procurador chefe da Fazenda Nacional; Erika Mialik Marena, delegada da Polícia Federal do Florianópolis; e Gerson T´agord Schaan, coordenador geral de Pesquisa e Investigação da Receita Federal –DF.