Governo equipa escola com energia solar

Mário Soto: “A energia solar diminui os custos em praticamente 100%” Por em maio 22, 2018 8:43 pm , Categorias: Categorias: Categorias:

 

 

O Jornal Folha de Campo Grande entrevistou o engenheiro Mário Soto, responsável pela obra de instalação de energia voltaica na escola Professora Brasilina Ferraz Monteiro, localizada no Jardim Leblon, em Campo Grande.

 

Mário Soto é engenheiro, formado em Controle de Automação pela OUC-PR e trabalhou na coordenação da equipe de automação e robótica na Renault América-RTA. É especializado em automação e robótica, tendo trabalhado na Siemens na sua especialidade.

 

FOLHA DE CAMPO GRANDE- Quais as vantagens da instalação de energia voltaica na escola?

MÁRIO SOTO- A grande vantagem é a sustentabilidade e a diminuição a custo praticamente zero da conta de luz. Para dar um exemplo, a conta dessa escola superava os três mil reais, caiu para zero. O dinheiro do pagamento da conta estava em caixa e agora pode ser usado em outras melhorias do próprio estabelecimento escolar.

 

FCG- Essa é a primeira escola com este sistema no estado…

MS- Esta instalação é pioneira no estado e acredito, com os dados que a gente dispõe, que está entre as primeiras do Brasil. O governador apoiou e fez os esforços financeiros para esta obra e o resultado é extremamente satisfatório, então acredito que outras escolas também serão dotadas de energia fotovoltaica.

 

 

FCG- Existe alguma condição específica na construção do prédio para a instalação dos equipamentos?

MS- Sim, o telhado tem que ter orientação norte e sem sombreamento e um grau de inclinação da latitude do local de mais ou menos 20%.

 

FCG- Quantos painéis foram colocados?

MS- Foram colocados 96 painéis. O sistema produz 31 kwh-P de energia.

 

FCG-Vai sobrar energia… O que fazer com o restante?

MS- Sim, vai sobrar. O restante fica como crédito para usar em outra escola.

 

FCG- Qual foi o custo da obra?

MS- O custo total em números redondos foi de cento e cinquenta mil reais (R$ 150.000,00).

 

 

FCG- Além da economia, quais as outras vantagens da utilização de energia voltaica?

MS- Este tipo de energia é chamada de energia limpa, pois não polui o meio ambiente. As produtoras de energia podem estar utilizando usinas à base de óleo diesel, que poluem o ambiente que a nossa energia continuará sendo limpa.

 

FCG- O senhor acha que este é o futuro da produção de energia no mundo?

MS- Sem dúvida é o futuro. A produção de energia limpa é o caminho a seguir para salvar o mundo em que vivemos. Pode ser fotovoltaica ou eólica, mas num futuro de médio prazo toda a energia será limpa, contando claro com os das centrais hidroelétricas, que também produzem energia limpa, mas que tem o problema do dano ambiental em sua construção.

 

FCG- O senhor acha que num prazo não muito longo muitas escolas do estado estarão usando este tipo de energia?

MS- Sim, eu acho. Pelas conversas com os responsáveis do governo do estado nesta área, o governador e sua equipe estão empenhados em dotar o máximo possível de escolas com este tipo de energia.