Jovens procuram MS para entrar na PM e Bombeiros

Concursos da PM e dos Bombeiros atraíram 11 mil candidatos de outros estados Por em setembro 12, 2018 1:00 pm , Categorias: Categorias: Categorias:

 

 

Jovens brasileiros têm buscado cada vez mais qualidade de vida aliada a estabilidade profissional. Com a oferta de vagas em concursos públicos de Mato Grosso do Sul, na gestão do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), muitos têm escolhido o Estado para viver.

 

“Aqui é um local mais tranquilo que outros estados, que têm cidades mais violentas”, diz o operador de Caixa Douglas Borges, de 21 anos. O rapaz saiu de Cuiabá (MT) para tentar em Campo Grande uma vaga na Polícia Militar.

 

No Estado, as condições de trabalho e a “carreira vantajosa” das instituições militares chamam a atenção dos concurseiros. “Escolhi o concurso da PM daqui pela proposta do plano de cargos e carreiras. Em São Paulo também tem concurso da PM, mas como o estado é mais violento, preferi fazer aqui”, afirma Douglas.

 

Com 26 anos, o educador físico Kelinton Balbino se prepara para ser bombeiro. “Vim de Brasília (DF) para esse concurso. Minha família toda é de militar, do Exército e da Polícia. Mas quero me mudar para cá por dois motivos: primeiro pelo trabalho e segundo pra ficar mais perto da família da minha esposa”, conta.

 

CONCURSOS

 

Os concursos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul atraíram 11 mil candidatos de outros estados. Do interior de MS foram 13 mil inscrições. Os dados são do Governo do Estado.

 

A qualidade de vida em Mato Grosso do Sul e as condições de trabalho das instituições despertam o interesse em candidatos, afirma o governador, que é candidato à reeleição. “Aqui as carreiras são vantajosas. As polícias são bem estruturadas, temos promoções funcionais, capacitações, equipamentos para trabalho e um dos melhores salários do País”, pontua Reinaldo.

 

Nos últimos três anos, a segurança pública de Mato Grosso do Sul ganhou reforço de 2,4 mil novos servidores concursados, que estão atuando e/ou passando por cursos de formação. São policiais civis e militares, bombeiros, delegados e agentes penitenciários. Com o certame atual, outros 450 policiais e 200 bombeiros serão integrados ao grupo.

 

Ainda para 2018 estão confirmados concursos para a Segurança Pública (228 vagas para gestão de medidas socioeducativas, 120 para peritos e 220 para agente de Polícia Científica); Educação (1.000 vagas para professores e 500 para administrativos); Infraestrutura (25 vagas para fiscais de obras); e Saúde (240 vagas para médicos, técnicos em enfermagem e fisioterapeuta).