Mais um dreno para sugar dinheiro do contribuinte

O vereador Dr. Lívio: “Temos que revisar a Cosip” Por em março 19, 2019 6:41 pm , Categorias: Categorias: Categorias: Categorias:

 

 

Na audiência pública da Assembleia Legislativa, convocada por solicitação dos deputados José Carlos Barbosinha (DEM) e Marçal Filho (PSDB), outros dois temas chamaram a atenção: a tarifa social e a Cosip (Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública). É uma “contribuição” que sai do bolso do consumidor sem sua autorização, já que a maioria do povo é cobrada por um benefício que não recebe – o valor da Cosip já vem embutido na conta de luz. O dinheiro então abastece um caixa exclusivo da Prefeitura para investir na manutenção e na melhoria do sistema de iluminação pública.

 

O que causa revolta e indignação, no entanto, é a cobrança absurda por um benefício que não contempla todos que pagam por ele. Enquanto o povo reclama, a Energisa e a Prefeitura rateiam esse saque legalizado, como bem frisaram os participantes da audiência. O vereador Dr. Lívio (PSDB) apresentou relatório sobre a Cosip. “Essa contribuição que compõe a tarifa de energia elétrica afeta a todos. Temos que revisar a Cosip com base nos serviços prestados. A Energisa fez uma estimativa de economia com a colocação de lâmpadas de LED, pois gastam menos energia, mas vimos um aumento no consumo da iluminação pública”, destacou Lívio.

 

O deputado Barbosinha propôs à Energisa realizar ampla divulgação do benefício da tarifa social previsto para pessoas cadastradas em programas sociais. “Mais de 170 mil famílias têm direito ao benefício que pode dar até 65% de desconto na fatura de energia elétrica, mas não usufruem, pois desconhecem seus direitos. A pessoa precisa ter o Número de Identificação Social (NIS) e solicitar à Energisa o benefício”, explicou.