Piloto de Campo Grande dá show na Fórmula Vee

Denis Pedrosa com Wilsinho Fittipaldi Por em julho 17, 2017 2:17 pm , Categorias: Categorias: Categorias:

 

Em casa, o piloto Denis Pedrosa deu show na estreia da Fórmula Vee em Campo Grande e conquistou uma vitória histórica para o automobilismo do Mato Grosso do Sul.

Foi também a primeira vez que Denis Pedrosa pilotou um FVee. E ele mostrou todo seu talento: venceu o GP de domingo (16) e ficou em segundo na prova realizada no sábado (15), ambas no Autódromo Internacional de Campo Grande.

“Foi uma estreia espetacular, tanto para mim como para Campo Grande”, disse Pedrosa. “O carro é sensacional, uma delícia de dirigir e acredito que tem tudo para ganhar espaço em nosso Estado”.

Denis Pedrosa comprovou sua fama de um dos melhores pilotos sul-mato-grossenses. Aos 40 anos, ele tem no currículo o pentacampeonato estadual de Marcas, o bicampeonato de kart e um título de rali.

Na vitória de domingo, com 11 carros, ele largou na penúltima posição, determinada pela inversão do grid pela classificação da prova de sábado. Logo nas primeiras voltas, ele já estava em segundo.

Nas últimas voltas, Pedrosa travou um duelo sensacional com o jovem santista Lélio Assumpção e com Suzane Carvalho, uma das pioneiras da velocidade no país. No final, Denis assumiu a ponta e venceu após 18 voltas. Os três ficaram separados por menos de 1 segundo.

“O Denis fez um excelente trabalho neste fim de semana. Correu muito bem as duas provas que disputou e pode, com certeza, ser um piloto muito competitivo na FVee”, afirmou Wilsinho Fittipaldi, consultor da categoria.

Um dado curioso: nas duas provas Denis pilotou o carro autografado em maio por Rubens Barrichello, após um teste para o programa Acelerados. “É realmente um carro especial”, disse. De fato, o carro número 27 venceu quatro provas da FVee desde a assinatura de Rubinho.

No sábado, Denis largou em terceiro e em seguida segurou a segunda posição até o final. A vitória foi do paulista Zigomar Júnior, a sua primeira na Fórmula Vee.

Ainda no sábado, foi disputada uma outra prova, apenas com pilotos de Campo Grande. Denis Pedrosa não participou. A vitória foi de Sérgio Benoni, que também jamais havia andado num carro de fórmula.

NOVA PROVA EM CAMPO GRANDE
Após as três provas neste fim de semana, em comemoração aos 50 anos da FVee no Brasil, Wilsinho Fittipaldi considerou a estreia em Campo Grande um sucesso. E aproveitou para anunciar uma nova prova da categoria, ainda este ano.

O próximo GP será disputado nos dias 4 e 5 de novembro, em acordo firmado com a Federação de Automobilismo do Mato Grosso do Sul.

“Os pilotos sul-mato-grossenses aprovaram e gostaram muito de nossos carros. Além disso, recebemos muitos torcedores no autódromo. Por isso só temos que agradecer pelo carinho que recebemos e vamos trazer a Fórmula Vee novamente em novembro”, afirmou Wilsinho.

FÓRMULA VEE
A categoria foi criada no Brasil em 1967, pelos irmãos Emerson e Wilsinho Fittipaldi. E segue o mesmo modelo utilizado em mais de 20 países até hoje: motor Volkswagen, com baixo custo de fabricação e manutenção. Além de Emerson e Wilsinho, outros grandes pilotos passaram pela categoria, como Nelson Piquet, José Carlos Pacce e Niki Lauda. Atualmente, os monopostos da FVee são movidos a motor Fox 1.6 e chegam a atingir a velocidade de 200 km/h. No Brasil, é a categoria mais acessível e de menor custo, oferecendo assim a melhor oportunidade para quem pretende iniciar carreira no automobilismo ou mesmo para quem quer realizar o sonho de dirigir ou disputar uma prova com um verdadeiro carro de corrida.

Para mais informações sobre a Fórmula Vee, acesse www.fvee.com.br .


Deixe um comentário