Workshop aborda reprodução e produtividade na pecuária

Evento faz parte do movimento ‘Fronteiras da América’, que encoraja os produtores a superar suas fronteiras produtivas Por em junho 19, 2017 1:16 pm , Categorias: Categorias: Categorias:

 

Na quinta-feira, 22 de junho, Campo Grande sedia um ciclo de palestras envolvendo o tema ‘Produtividade e Reprodução: Desafios, Oportunidades e suas Fronteiras’, voltado para pecuaristas, veterinários e zootecnistas. O evento faz parte do movimento ‘Fronteiras da América’, idealizado pela Biogénesis Bagó, uma das empresas líderes de saúde animal no mercado latino-americano em parceria com a Alvorada Produtos Agropecuários, e tem como objetivo encorajar os produtores a melhorar seus índices de produtividade.

As apresentações serão feitas pelo pesquisador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada – CEPEA-Esalq/USP, Thiago Carvalho, pelo médico veterinário Ed Hoffmann, professor do Departamento de Reprodução Animal da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP, e pelo zootecnista Pedro Hespanha, Gerente de Produto da Biogénesis Bagó.

“A palestra terá como pano de fundo o atual momento do mercado pecuário, seus desafios e perspectivas, passando por temas como a ‘Carne Fraca’, o Funrural, a crise no JBS, assim como o ciclo da produção pecuária. O debate com os participantes visa mostrar que, apesar do momento delicado e de mudanças na cadeia, o dentro da porteira tem que deixar de lado a passionalidade e trabalhar com a razão, focando na gestão e no aumento de produtividade dos fatores de produção disponíveis da fazenda, como mão de obra, nutrição, pasto, genética e sanidade. O atual momento exige bom discernimento do setor produtivo, e quem passará por mais essa turbulência serão os pecuaristas-empresários que souberem administrar e utilizar bem esses fatores”, explica Thiago Carvalho.

O evento faz parte de uma série de workshops que estão sendo realizados pelo Brasil para multiplicar o movimento ‘Fronteiras da América’ para mostrar aos produtores como é possível superar as fronteiras de sua produção.

“Na média, os índices reprodutivos que temos no Brasil são muito baixos perto do que poderíamos alcançar. A taxa de prenhez, por exemplo, no Brasil é em média 63%. Com alta tecnificação é possível atingir 93%. Da mesma forma, a taxa de natalidade, que é de 58% e pode chegar a 82%; a taxa de desmame, de 50% para 90%; intervalo entre partos podemos reduzir de 20 para 14 meses. Em relação à taxa de mortalidade, podemos sair de 4% e chegar a 2%. Já o Ganho Médio de Peso por dia pode aumentar de 290g para 530g, com uma taxa de desfrute que saia de 22% e atinja 35%. Melhorar os índices de reprodução fazendo uso das tecnologias disponíveis é fundamental para superar as fronteiras da produção de carne e leite de qualidade”, destaca o Gerente de Marketing da Biogénesis Bagó, Carlos Godoy.

O Workshop ‘Fronteiras da América’ em Campo Grande será no dia 22 de junho, das 14h às 18h, na LaZucca Eventos (Avenida Três Barras, 968, Vilas Boas). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo telefone (41) 32020229.

BIOGÉNESIS BAGÓ
A Biogénesis Bagó é uma empresa líder nos principais mercados da América Latina, com projeção global, e comprometida com o desenvolvimento de soluções para a saúde e sustentabilidade da produção pecuária por meio da biotecnologia. Em 2014 e 2016 foi nomeada pela revista inglesa Animal Pharm como a melhor empresa de saúde animal da América Latina.

A empresa desenvolve e comercializa produtos veterinários criados para garantir a saúde e melhorar a produtividade dos rebanhos bovinos de carne e leite. Conta com um portfólio de mais de 70 produtos e 650 registros em distintos países.

Mais informações: http://www.biogenesisbago.com/br ou www.fronteirasdaamerica.com.br


Deixe um comentário