Boca do Forno

Geraldo Silva

CORES TROCADAS

Dizem por aí que em vez de azul, amarelo, vermelho, branco, verde ou rosa certos camaleões da política que perderam o poder e estão querendo voltar já escolheram a tonalidade da roupa que usam: furta-cor. Até ontem, com mandatos e chave dos cofres à mão, deitavam e rolavam, tratorando todo mundo que não fazia parte da corriola. Hoje, fora do poder, mas “morrendo de saudades” da caneta e da chave do cofre, andam sorrindo até para o poste da esquina. Vestidos de roupinha furta-cor. Apropriadíssima.

Compartilhe: