Aprovados mais de R$ 131 mi para iniciativas empresariais

Jaime Verruck, secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, destaca incentivo à produção local

Para 95 novos empreendimentos em Mato Grosso do Sul, o Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis do FCO (Fundo Constitucional do Centro-Oeste), em sua nona reunião ordinária, aprovou mais R$ 131.429.026,49 para o financiamento de 95 novos empreendimentos em Mato Grosso do Sul. Durante a reunião, realizada na Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, foram aprovadas 23 propostas empresariais, no valor de R$ 22.123.319,01 e 73 rurais, que totalizaram R$ 109.305.707,48.

O secretário Jaime Verruck, presidente do Conselho, assinalou que entre os projetos estão a expansão das bases produtivas da avicultura e da suinocultura, o que a seu ver demonstra o sucesso do fomento governamental a esses dois segmentos. Mas há também projetos para uma indústria de calcário, em Bodoquena, e outro para instalação de painéis solares.

Para a avicultura foram aprovados oito projetos no valor de R$ 41.994.068,42, contemplando os municípios de Aparecida do Taboado, Rio Brilhante e Itaquiraí. Na suinocultura, destaca-se a diversificação da base de produção de suínos. Bandeirantes e Jaraguari são os dois municípios contemplados com o aval do Conselho.

Verruck vibra também com o bom desempenho nas liberações de crédito para as micro e pequenas empresas na linha Emergencial do FCO, para capital de giro dos estabelecimentos mais impactados pela pandemia da Covid-19. Foram liberados R$ 21 milhões no crédito emergencial num total de 909 contratações.

Compartilhe: