Assomasul e BRB ajustam entendimento para futura parceria

Couto Jr e Bandeira durante a agenda com gerente-geral do BRB

Para discutir mecanismos operacionais e burocráticos nas operações entre as duas instituições, o presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), Valdir Couto de Souza Jr (PSDB), reuniu-se na última terça-feira (22) com o gerente-geral da Plataforma de Governo do Banco de Brasília (BRB), Werberth Fonseca Cerveira. Outros integrantes da Assomasul também participaram da reunião, entre eles o prefeito de Amambai, Edinaldo de Melo Bandeira (PSDB).

De acordo com a Associação, Cerveira demonstrou o total interesse do BRB em operar junto ao Governo do Estado e também nas prefeituras. Com o governo do Distrito Federal como acionista majoritário, o banco tem expertise no setor público. O governador brasiliense Ibaneis Rocha assumiu a presidência do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central, com participação de sete unidades federativas: DF, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins

CRÉDITO

O presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, propôs ao Consórcio Brasil Central uma cooperação, incluindo uma linha de crédito de R$ 1 bilhão para os estados consorciados. O prefeito Edinaldo Bandeira contou ter acessado uma linha de crédito e garantiu: “Impressionam a rapidez e a dinâmica da instituição. Estou captando mais de R$ 20 milhões para Amambai”.

Couto Jr pontuou que já tinha ouvido referências sobre as linhas de crédito por meio do deputado federal Beto Pereira e dos senadores Nelsinho Trad e Soraya Thronicke. “Só não tínhamos a manifestação oficial do banco. Agora vamos buscar financiamentos para os municípios”, anunciou. Entre os objetivos, a aquisição de máquinas, obras de infraestrutura (com garantia do Fundersul), negociação da dívida ativa, folha de pagamento e consignados para os servidores.

Compartilhe: