Baixos índices de isolamento social põem Marquinhos Trad em alerta

Uso de máscaras passa a ser obrigatório e prefeito toma novas providências com expansão da pandemia

Os números crescentes dos casos de contaminação pelo coronavírus em Campo Grande acrescentam nova preocupação ao prefeito Marquinhos Trad (PSD). Com taxas muito baixas de adesão ao distanciamento social, ele reforçou as medidas restritivas e ainda toma novas providências para controlar e até desestimular a circulação humana nos espaços mais movimentados da cidade.

Nesta sexta-feira (19) passou a ser obrigatório o uso de máscaras nas ruas da Capital. No dia anterior, a taxa de isolamento social havia sido de 35,9%, enquanto no interior a menor adesão foi em Anaurilândia, com 29,7%, e a maior em Novo Horizonte do Sul, com 62,5%. “Não adianta o poder público baixar medidas, é preciso que haja a adesão maciça da população”, pondera Marquinhos Trad.

TRANSPORTE

O prefeito editou também um decreto com novas regras para a reabertura do Terminal Rodoviário de Campo Grande, interrompido em março e agora retomado em Regime Especial de Prevenção à Covid-19. A partir de agora, ficam permitidos a circulação e o ingresso de veículos de transporte intermunicipal e interestadual de passageiros, desde que todas as regras de biossegurança sejam cumpridas. A rodoviária voltou a receber viagens intermunicipais.

O terminal deve seguir medidas rigorosas de prevenção. Para reabrir os portões, as viações e a administração terão que cumprir várias regras de biossegurança como o distanciamento social, uso de máscaras e de álcool em gel. Deverá ser reduzido pela metade o número de passageiros em cada veículo, respeitando o distanciamento dentro dos ônibus, ocupação alternada de poltronas e permissão apenas para parentes ficarem próximos.

Foram prorrogados ainda, e por mais 30 dias, os efeitos do decreto que proíbe a suspensão dos serviços de abastecimento de água pela concessionaria Águas Guariroba. Com isso, os débitos adquiridos na vigência do decreto poderão ser parcelados em até 36 vezes. “Tudo o que pudermos fazer para poupar as economias domésticas será feito. O combate à pandemia tem o foco preventivo, porém estamos atentos para garantir a volta gradual e com o máximo de segurança das atividades”, disse o prefeito.

Compartilhe: