Covid: internação zerada em hospital é animador, diz Riedel

Secretário aconselha manter a vigilância, vacinar e preparar a retomada segura

O secretário estadual de Infraestrutura e presidente do Comitê Gestor do Programa de Saúde e Segurança na Economia (Prosseguir), Eduardo Riedel, disse que ao constatar o registro de zero internação em um hospital particular de Campo Grande sentiu um reforço na confiança e na animação de que a luta para derrotar a pandemia está bem conduzida no Estado. Contudo, fez a ressalva: “Vamos manter o cuidado, manter vigilância preventiva, tomar vacina e, assim, preparar o terreno para uma retomada segura das atividades”.

As declarações de Riedel foram feitas em um vídeo gravado e divulgado na quarta-feira (15), num dia que considerou marcante e de excelentes resultados. “Passamos da marca de 50% da população vacinada, acima de 93% da primeira dose para o público-alvo e quase 70% do esquema vacinal completo feito para o público-alvo. A consequência direta disso é a retomada econômica”, sublinhou.

O secretário insistiu no apelo à prevenção. “Vacina é no braço, vamos tomar a segunda dose quem ainda não tomou, para que o Estado seja o primeiro no Brasil a deixar para trás a pandemia e continuar vida normal”, incentivou. As medidas do Estado no combate à pandemia, consideradas modelo no País, inspiraram um case de estudo para os acadêmicos da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

Por conta disso, Eduardo Riedel foi convidado pelos estudantes para fazer uma palestra por videoconferência no último dia 8, sobre o tema ‘Desafios da Gestão do Estado Durante a Pandemia’, na abertura da XVIII Semana Acadêmica de Administração da sede de Maracaju. Riedel destacou o vitorioso planejamento que colocou Mato Grosso do Sul como estado modelar no enfrentamento da doença.

Compartilhe: