Escolas já recebem computadores adquiridos pelo governo estadual

Secretaria de Educação atende os 347 estabelecimentos da Rede Estadual

Estão sendo entregues desde o dia 16 de setembro os computadores adquiridos pelo governo estadual para suprir as necessidades prementes indicadas pela comunidade, nesse caso, direcionado às secretarias escolares. Com isso, a Secretaria Estadual de Educação (SED/MS) atende os 647 estabelecimentos que compõem a Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul.

Na primeira leva foi encaminhado um total de 250 computadores para diferentes regiões. No dia 17 de setembro, durante mais um encontro promovido pela Teia da Educação, as escolas que fazem parte da Coordenadoria Regional de Educação de Ponta Porã (CRE-11) receberam 48 computadores.

“Com essa novidade, as nossas escolas poderão agilizar o atendimento e aprimorar o fornecimento dos dados utilizados pelo Censo Escolar, por exemplo. Os equipamentos irão permitir maior praticidade no momento de preencher informações sobre as turmas, alunos e profissionais docentes. Se trata de um grande avanço para o trabalho nas secretarias das escolas”, salientou a secretária estadual de Educação, Cecília Motta.

Entre as escolas que já receberam os computadores, está a EE Vespasiano Martins, de Amambai, responsável por atender 683 estudantes. Por lá, Karina Orlato de Oliveira, servidora que atua na secretaria da unidade desde o ano passado, entende que a novidade vai agilizar o trabalho nesta reta final de ano. Ao todo, o Governo investiu R$ 4 milhões 899 mil na aquisição dos computadores. Cada unidade recebe dois microcomputadores para atividades administrativas nas secretarias.

Paulo Cezar Rodrigues dos Santos, superintendente de Informação e de Tecnologia da SED, destaca a importância dos novos equipamentos, com ênfase para a crescente informatização e a adoção de diferentes sistemas utilizados nas escolas. “Com os avanços dos Sistemas SED, sobretudo o Sistema de Gestão de Dados Escolas [SGDE], que gerencia a vida escolar dos estudantes, o ensalamento, matrículas, planejamento online, diário online, vida funcional, dentre outros, há a necessidade da constante atualização do parque tecnológico”, enfatiza.

Compartilhe: