“Fomentar o artesanato é gerar emprego e renda”, destacou Rinaldo

Oficina do Osso, reaberta após sete anos desativada, atende mulheres com treinamentos, atendimentos psicológicos e assistência social

Em agenda no município de Jardim para visita e entrega de obras àquela cidade, o deputado Rinaldo Modesto recebeu da prefeita de Jardim, Clediane Areco Matzenbacher, e das artesãs da Oficina de Osso, um presente. O deputado conheceu o projeto que produz artesanatos usando osso bovino como matéria prima. Com sede própria, a oficina foi construída com investimento do poder público, e as integrantes, na época, investiram em seus próprios equipamentos. “Estou realmente encantado com este lindo trabalho feito pelas mãos das artesãs de um projeto tão especial que, além da inclusão social, colocou os produtos aqui produzidos em destaque internacional. Tenho certeza que fomentar o artesanato é gerar emprego e renda”, comentou Rinaldo.

Idealizado pela artesã Sonia Alves Corrêa, o movimento surgiu em 2001 com apenas duas artesãs que produziam pequenas peças. Elas se capacitaram e revolucionaram o próprio artesanato, mesclando em suas peças o osso bovino e a madeira, com o objetivo de levar ao mundo as peças produzidas por este grupo de mulheres que viu no artesanato a possibilidade de renda e emancipação.

Na primeira oficina realizada pelo programa, 32 mulheres foram matriculadas. O projeto, além de ensinar a produção, levava a educação ambiental às escolas, enfatizando sempre a importância do desenvolvimento sustentável.

A Oficina do Osso foi reaberta pela atual gestão de Jardim, responsável pela reforma do prédio e manutenções necessárias nas máquinas. Conhecida como uma das identidades do município, permaneceu desativada por sete anos. Chegou a atender 73 mulheres com treinamentos, atendimentos psicológicos e assistência social.

Compartilhe: