‘Mais Social’ é a mão do Estado estendida, compara Rinaldo

Deputado destinou emenda de R$ 40 mil para atendimentos especiais realizados pela Apae

O deputado estadual Professor Rinaldo Modesto (PSDB) participa e acompanha as ações das políticas públicas estaduais de inclusão. Uma delas é o programa ‘Mais Social’. Durante a entrega dos cartões aos beneficiários de Campo Grande, na Escola Estadual Aracy Eudociak, no Jardim Tijuca, e no projeto Rede Solidária II, no Jardim Noroeste, Rinaldo fez questão de chamar a atenção para o alcance do programa.

“Esta é uma forma encontrada pelo Estado para estender as mãos às famílias que mais precisam, assegurando a elas um complemento de renda que vai possibilitar a compra de alimentos, de acordo com as suas necessidades”, analisou. Fruto de um projeto de lei do Poder Executivo, o ‘Mais Social’ atualizou o antigo Vale Renda, ampliando o valor de R$ 180,00 para R$ 200,00 – e vai beneficiar até 100 mil famílias em todos os municípios do Mato Grosso do Sul.

Rinaldo representou a Assembleia Legislativa nas entregas realizadas no Rede Solidária II. Ele reforçou o compromisso do Legislativo para a regulamentação da lei. “O empenho de todos os parlamentares foi significativo para darmos celeridade a este projeto que criou um programa de Estado, ou seja, é permanente e vai garantir o benefício às famílias mesmo com a mudança de governo”, comentou.

O valor será disponibilizado em forma de cartão para ser utilizado em qualquer estabelecimento comercial para compra de comida ou itens de higiene, sendo proibida a compra de bebidas alcoólicas ou cigarros. O programa é permanente e os cadastros serão reavaliados periodicamente.

EXCEPCIONAIS

Em outro evento de alcance social, a assinatura de liberação de recursos das emendas parlamentares de 2020, Rinaldo Modesto voltou a enfatizar sua preocupação com os desafios no enfrentamento das injustiças e desigualdades. Disse que os poderes públicos e a sociedade civil devem se unir para construir soluções inclusivas. O deputado e o diretor da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) Campo Grande, Antônio José dos Santos Neto, assinaram com o Governo do Estado a liberação de R$ 40 mil para serem investidos no tratamento de pacientes especiais.

Compartilhe: