Maracaju: Calderan avança e já tem pontuação de liderança

Candidato tucano tem ainda a vantagem de enfrentar adversário com maior índice de rejeição

A sucessão em Maracaju está entrando em sua reta decisiva com significativa mudança na disputa pelo primeiro lugar. Segundo a Ranking Comunicação e Pesquisa, a campanha, que iniciou com o candidato Lenilso Carvalho (MDB) na liderança, agora tem outro panorama: o avanço do tucano Marcos Calderan já indica uma virada na tendência eleitoral.

Divulgada esta semana, a pesquisa traz números que mostram a escalada de Calderan em consequência à descida de Lenilso. Além de sair da vice-liderança e avançar para um empate técnico, o candidato do PSDB alcançou uma pontuação que já o coloca em primeiro, com pequena diferença, porém beneficiado por outro fator: sua rejeição é uma das menores, enquanto a do emedebista está entre as maiores.

Na consulta espontânea, Calderan tem 20,75% e Lenilso 19,25%. Em seguida estão Professor Jeamilton (Avante), 8%; Thiago Caminha (Republicanos), 1,50%; e Reginaldo Fotógrafo (DC), 1%. Outros citados tiveram 0,75% e os brancos, nulos, indecisos, os que não souberam e não responderam 48,75%.

Já na estimulada Calderan abre diferença um pouco maior: tem 33,25% contra 30,75% de Lenilso. Em seguida vêm Jeamilton (12%), Caminha (2,50%), Reginaldo (1,50%) e Amauri Mazzucatto, do PSC (1%). Os brancos, nulos, não souberam e não responderam somam 19%.

Os candidatos com maior rejeição do eleitor são Caminha (10%), Jeamiton (9,50%) e Lenilso (8%). As menores rejeições são de Reginaldo (3%), Calderan (5,50%) e Mazzucatto (6,50%). Registrada com o número MS-06781/2020, a pesquisa ouviu 400 eleitores, de 16 a 19 deste mês. O intervalo de confiança é de 95%, com 4,8% pontos percentuais de margem de erro, para mais ou para menos.

Compartilhe: