Maracaju: Inovações aproximam Câmara Municipal da comunidade

Vereadores durante sessão da Câmara, agora com intérpretes da Linguagem de Sinais

A Câmara de Maracaju realizou na terça-feira (14) sua 30ª Sessão Ordinária e apresentou inovações que melhoram e aproximam ainda mais o poder e a sociedade. O prédio ganhou nova fachada e um painel iluminado para transmitir sempre uma mensagem à população, associada ao simbolismo da cor exibida. A primeira mensagem exibida foi na cor que identifica o Setembro Azul, campanha que chama a atenção para os problemas que afetam quem sofre de deficiência auditiva.

Outra novidade foi a sessão com a presença de dois intérpretes de Libras, a Língua Brasileira de Sinais (Libras), Bruno Azevedo e Ana Cristina Machado. Foi mais um avanço de elevada significação social assegurada pela Mesa Diretora e com apoio de todos os vereadores. Os parlamentares fizeram também uma emocionada recepção ao colega Catito, que voltou de um afastamento por motivo de luto na família.

Na Ordem do Dia, em segunda discussão e votação foi aprovado o Projeto de Lei Complementar 009/2021, do Executivo, instituindo os prazos de envio das peças orçamentárias de planejamento (PPA, LDO e LOA). Em discussão única, e também aprovada, foi votada a urgência para o PL 020/2021, sobre a revogação da Lei n.º 1261 de 19 de dezembro de 2000, que autoriza a desafetação e a alienação por permuta de bem imóvel pertencente ao Município.

O PL 021/2021, do Executivo, e o PL 027/2021, do Legislativo, foram encaminhados à Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final para emissão do parecer. Nos expedientes os vereadores tiveram todas as solicitações aprovadas por unanimidade.

Compartilhe: