MS lidera exportação de tilápias e bate recorde nacional

Produção regional de tilápias vem conquistando o mercado exterior

Mato Grosso do Sul já ocupa as primeiras posições na produção de tilápias, uma das variedades com maior apelo comercial da piscicultura brasileira. No ano passado, os valores das exportações aumentaram 10,49% em relação a 2019, índice acima da média de crescimento da piscicultura nacional, que ficou em 4,4% no mesmo período. Estas informações são da Embrapa Pesca e Aquicultura e foram festejadas por Jaime Verruck, titular da Semagro.

“Esse desempenho é consequência das medidas adotadas pelo Governo do Estado para fomentar a diversidade de negócios e fortalecer a agricultura familiar, e para manutenção das atividades econômicas durante a pandemia, bem como as adequações feitas pelo setor”, salientou Verruck. Ele recorda que desde 2015 a Semagro vem estimulando a produção, industrialização e a exportação de peixes, principalmente a tilápia.

“No ano passado lançamos o Propeixe, que simplificou procedimentos e normas, além de adequar a carga tributária sobre o produto para assegurar maior competitividade”, acentuou o secretário. O desempenho sul-mato-grossense é destacado na Nota Técnica sobre as Exportações de Tilápia, elaborada pela Semagro. Segundo a Nota, mesmo sob os efeitos da pandemia as vendas externas de tilápia produzida no Estado saíram de US$ 5,04 milhões em 2019 para US$ 5,57 milhões no ano passado.

MERCADOS

Outras providências foram tomadas por conta da pandemia e incluem os protocolos de biossegurança com o setor, que fez os investimentos para modernizar e manter sua produção. Os principais destinos das exportações de tilápia foram os Estados Unidos, Canadá e Tanzânia. As operações com o mercado dos EUA somaram US$ 5,28 milhões, com incremento de 5,18% em relação a 2019. As vendas externas para o mercado canadense caíram 25,78%, totalizando US$ 277,7 mil no ano passado. Em contrapartida, a Tanzânia surgiu como novo destino, com US$ 55,2 mil em exportações.

O desempenho da piscicultura em Mato Grosso do Sul, principalmente nas exportações de tilápia, tem favorecido a atração de investimentos no setor. Em 2022, o Estado deverá ter a primeira indústria frigorífica de pescados que irá produzir tilápia enlatada no Brasil. O empreendimento da Frescomares será construído em uma área de 73 hectares no município de Itaporã, com investimento total de R$ 20 milhões e previsão de geração de 120 empregos por turno, sendo que, no auge da produção, a indústria deverá funcionar em 3 turnos.

Compartilhe: