Nelsinho encerra o ano garantindo mais recursos para MS

“Trabalhamos até o último minuto do ano para atender os 79 municípios”, destacou o senador

O senador Nelsinho Trad (PSD/MS) conquistou nos últimos dois dias de 2021 mais de R$ 2 milhões para Mato Grosso do Sul. Desses recursos federais, R$ 1,5 milhão são do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) para obras de drenagem do Córrego Ananhaduí, em Campo Grande, e os outros R$ 585 mil do Ministério do Turismo para os municípios de Eldorado e Guia Lopes da Laguna.

Entusiasmado com a notícia, Nelsinho noticiou sobre os recursos liberados para o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) para região Centro Oeste que contemplou Campo Grande. “Acabamos de receber a informação da liberação, que essa obra possa ser concluída logo para o bem da região e desenvolvimento da Capital”, disse o senador.

TURISMO

Do Ministério do Turismo, o senador Nelsinho Trad garantiu R$ 292,5 mil para obras do centro de eventos de Eldorado e R$ 292,5 mil para construção da praça de eventos, na Rua Visconde de Taunay, no Bairro Planalto, em Guia Lopes da Laguna. “Estamos trabalhando até o último minuto do ano para atender os 79 municípios de Mato Grosso do Sul”, destacou.

SAÚDE

Ainda nas últimas horas de 2021, Nelsinho recebeu o comunicado do Ministério da Saúde que a portaria de número 4.057, de sua solicitação, que prevê R$ 10 milhões para Saúde de Campo Grande, foi assinada e publicada pelo ministro Marcelo Queiroga. “Uma excelente notícia para fechar o ano com louvor, a liberação de R$ 10 milhões para o teto de Média e Alta Complexidade, dinheiro na veia da saúde da Capital”, anunciou.

Segundo o secretário de saúde do município, José Mauro Castro, esses recursos federais deverão atender cirurgias eletivas e exames que ficaram reprimidos devido à pandemia da Covid-19. A Capital, de acordo com o Ministério da Saúde, ultrapassou o teto de Média e Alta Complexidade (MAC) e essa portaria permitiu o acréscimo de teto extra. “O senador Nelsinho Trad tem sido um gigante para Mato Grosso do Sul e para Campo Grande”, comentou o secretário.

Compartilhe: