Parque dos Poderes: cartão postal ganha tratamento de beleza

Maquete com o futuro visual de uma das áreas de uso no Parque dos Poderes

Com todos os cuidados envolvendo as necessidades e estruturas compatíveis com uma intervenção do gênero, o Parque dos Poderes será submetido a um tratamento amplo e profundo de revitalização, depois de 38 anos. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reuniu-se com atletas e síndicos dos condomínios da região para apresentar o projeto e ouvir as sugestões e queixas dos moradores.

Um dos cartões postais de Campo Grande e considerado uma das maiores e mais belas reservas ambientais urbanas do País, o parque foi concebido e implantado na gestão do governador Pedro Pedrossian (1981-83) para ser o centro das sedes administrativas dos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e Ministério Público. A área, declarada reserva ambiental, com o tempo passou a ser frequentada para atividades de lazer e de esportes, além de passeios turísticos.

O projeto de revitalização prevê o recapeamento de 110 mil metros quadrados de ruas; implantação de quatro quilômetros de pista de caminhada e corrida; 4,2 quilômetros de ciclovia no canteiro central; acessibilidade; paisagismo; 70 bancos de descanso; estações de ginástica; reforma dos estacionamentos; e instalação de 41 abrigos nos pontos de ônibus e lixeiras. Também estão incluídas medidas de acessibilidade e conforto, como a construção de um Centro de Apoio ao Usuário, dispondo de banheiros masculinos e femininos e adaptações para as pessoas com deficiência.

Azambuja garantiu que todas as melhorias serão feitas sem agressões ao ambiente natural. “Vamos fazer com o menor impacto possível, respeitando o que existe. Será uma nova estrutura. Além de embelezar, vai dar uma condição melhor para atividades de lazer, entretenimento, confraternização, esporte”, reforçou. O secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, acentuou que o Parque deixou de ser um lugar apenas de trabalho, para ser uma área de usufruto popular, “não só dos condôminos, mas também de quem o utiliza para fazer suas atividades esportivas ou passear”.

A intenção é iniciar o processo licitatório ainda este ano. Funcionário do Tribunal de Contas e diretor da Associação Firebikes Team, Paulo Eduardo Lyrio afirmou que o investimento vai aquecer a prática esportiva. A Firebikes Team é a maior associação de ciclistas do Estado. “A ciclovia vai garantir segurança, principalmente para os iniciantes, e será um incentivo para as famílias terem momentos de lazer e saúde. Aqui até campeões estaduais treinam. Só temos a agradecer ao governador”, disse.

Compartilhe: