Praça das Araras: doação de sangue atinge meta e monumento é restaurado

Encerramento da campanha acontece na sexta-feira (18)

A solidariedade mostrou sua força e, em cerca de um mês e meio, a campanha ‘Do Mesmo Sangue’ alcançou seu objetivo, arrecadando 5 mil bolsas de sangue.

Realizada pelo Sicredi, em parceria com o Hemosul e apoio da Prefeitura de Campo Grande e SES/MS, a iniciativa uniu em única ação a doação de sangue e a revitalização do Monumento das Araras, um dos principais cartões postais de Campo Grande.

Lançada em 5 de agosto, a ação incentivou a doação de sangue e a cada 1 mil bolsas, parte da arara vermelha ganhava novas cores. A primeira etapa da meta foi atingida em menos de 10 dias e a pintura da ave iniciou em 17 de agosto. Em seguida, nos dias 24 de agosto, 1° de setembro e 10 de setembro, ocorreram as demais etapas da pintura, de acordo com as doações de sangue.

Na sexta-feira (18), às 10 horas, ocorre o encerramento da campanha, quando será finalizada a pintura da arara vermelha, simbolizando o sucesso da iniciativa.

“A população se mostrou muito solidária e atendeu ao nosso chamado, ajudando a manter os estoques de sangue do Hemosul. Estamos enfrentando uma pandemia grave, onde diminuiu os números de doadores. Muito nos orgulha esta ação, que corresponde ao 7° princípio cooperativista, do interesse pela comunidade. Nesta campanha, aliamos o estímulo a um gesto que pode salvar vidas, à valorização da nossa arte regional”, avalia Celso Ramos Regis, presidente do Sicredi União, MS/TO e Oeste da Bahia.

Para o Hemosul, a campanha foi de grande importância. “Este é um período crítico em todos os anos, um período de seca e muitas doenças respiratórias. A pandemia agravou ainda mais o quadro. Manter nossos estoques e alcançar números que atendam às demandas é um desafio possível nesta época apenas se mantivermos parcerias e pudermos contar com a solidariedade da população. Um projeto como este da Arara conscientiza, mobiliza, estimula as pessoas a participarem com a sua contribuição de amor à vida”, afirma Marli Vavas, coordenadora do Hemosul.

A pintura do monumento é realizada pelo artista plástico sul-mato-grossense Cleir, responsável pela obra, construída em 1996 e que se tornou uma das principais referências da arte regional.

Durante o período de pandemia de Covid-19, o Hemosul intensificou as ações de segurança, inclusive disponibilizando agendamento via WhatsApp para evitar aglomerações.

Mesmo com o resultado positivo da campanha, a demanda por doações de sangue é contínua e os interessados podem ir diretamente ao Hemosul da Capital, localizado na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 1304, e nas unidades de coleta no estado, Dourados, Ponta Porã, Três Lagoas, Paranaíba e Coxim.

Mais informações e agendamentos pelo (67) 3312-1516/1529 ou WhatsApp 99298-6316.

Compartilhe: