Prefeitura reforça a oferta de vagas para internações na Santa Casa

Município ampliou em quase 140% a disponibilidade de leitos de UTI em quatro meses

Na intensa programação emergencial de combate à pandemia da Covid-19, que acusa crescimento significativo de contaminações nos últimos dias, a Prefeitura de Campo Grande ativou na terça-feira (21) mais 10 leitos de UTI na Santa Casa. Esta foi a segunda ampliação anunciada durante a semana para atender os pacientes contaminados. Na segunda-feira já haviam sido disponibilizados 15 novos leitos, 10 clínicos e cinco de UTI, no Hospital do Pênfigo.

O secretário municipal de Saúde, José Mauro de Castro Filho, lembra que desde o início da pandemia do novo coronavírus, anunciada em março deste ano, a prefeitura vem adotando uma série de medidas. “Esse esforço se intensifica porque trabalhamos com a previsão da possibilidade de aumento significativo de casos e eventual sobrecarga no serviço público de saúde”, explica.

QUADRO

Nos últimos quatro meses o município ampliou em cerca de 140% a quantidade de leitos de UTI contratualizados, saindo de 116 para 288 unidades, configurando um saldo expressivo. A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), convocou na última quinta-feira 38 novos médicos. Eles irão reforçar o atendimento nas unidades de saúde durante o período de pandemia da Covid-19.

A convocação destina-se a profissionais que irão atuar nas unidades básicas e naquelas com atendimento 24 horas, alocadas de acordo com a necessidade da rede. Os profissionais trabalharão com diferentes cargas horárias, levando em consideração a vaga para a qual se inscreveram no Cadastro de Médicos Temporários da Sesau. Foram convocados 10 médicos residentes que atuarão 12 horas por semana; seis plantonistas, com carga horária de 24 horas/semana; 12 profissionais para atendimento ambulatorial, que trabalharão também 24 horas por semana; e mais 10 ambulatoriais, com carga horária de 40 horas semanais.

Compartilhe: