Projeto prevê apoio completo a alunos em situação vulnerável

Professor Rinaldo: “É da maior importância para a saúde mental e amparo social dos jovens”

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (Alems) aprovou o Projeto de Lei (PL) 234/2019, de autoria do deputado estadual Professor Rinaldo Modesto (PSDB), instituindo o serviço de apoio psicológico e social ao aluno da rede pública de ensino em situação de vulnerabilidade. Agora só falta a sanção do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para a medida entrar em vigor.

O projeto cria um serviço de atendimento considerado essencial para os alunos, especialmente jovens do ensino fundamental, médio e superior. Um dos artigos da lei define que, ao ser constatada a necessidade de o aluno ser incluído no serviço de apoio psicológico e social, a direção do estabelecimento entrará em contato com os familiares, quando menor de idade, ou com o próprio aluno, se for maior, para o devido encaminhamento.

“Acreditamos ser da maior importância para a saúde mental e o amparo social dos nossos jovens a aprovação deste projeto de lei”, defende o deputado. Ele observa que a proposta não fere a competência constitucional, “uma vez que a própria Carta Magna permite aos estados legislarem sobre assuntos relacionados à educação e na linha de proteção à criança, ao adolescente e ao jovem”.

Rinaldo conclui assinalando que muitos jovens estão solitários e com enormes dificuldades de conviver num ambiente de muita competição. “Aí vêm as dificuldades para conseguir um estágio ou emprego definitivo, entre outros problemas. Isso frustra o jovem estudante do seu sonho de realização profissional, de modo que o resultado é sempre o pior possível”.

Compartilhe: