Sanesul investe para garantir água e esgoto no interior

Presidente da Sanesul, Carneiro Jr ressalta compromisso de Azambuja de governar para as pessoas

A Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) redefiniu para 2021 as planilhas de investimentos projetadas anteriormente e agora acrescidas de novas obras, elencadas entre as prioridades do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Segundo Walter Carneiro Jr, presidente da empresa, essa quantidade de obras num período de crises pode ser explicada pelo compromisso de “governar para as pessoas e com as pessoas”, como costuma afirmar Azambuja.

No último dia 10, Azambuja e Carneiro Jr entregaram em Porto Murtinho obras que complementam projetos de universalização do saneamento no município. Na ocasião, ao destacar os serviços de abastecimento de água tratada, coleta e tratamento do esgoto doméstico, disponíveis para todos, ele pontuou ser um exemplo do trabalho que a Sanesul e o governo querem assegurar a todas as cidades.

Os murtinhenses receberam a ampliação e melhorias no sistema de esgotamento sanitário, com uma ETE (Estação de Tratamento), 9,5 metros de rede coletora, 617 ligações domiciliares, quatro estações elevatórias e 3.431 metros de linha de recalque. O valor investido em esgotamento foi de R$ 3.859.119,69, num convênio com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde). Também foi entregue um reservatório apoiado de 700 metros cúbicos, 6.409 metros de rede de distribuição de água e 135 ligações domiciliares, entre outros equipamentos de infraestrutura.

RIO BRILHANTE

Outro dos municípios contemplados recentemente com obras da Sanesul é Rio Brilhante. Em janeiro a estatal havia dado a ordem de serviço para execução das obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário. O município foi contemplado com recursos do Programa Avançar Cidades, da Caixa Econômica. Parte do valor, R$ 3,2 milhões, foi para ampliação do sistema em 20,4 km de rede coletora e 1.431 ligações domiciliares. As obras já estão acontecendo.

A Sanesul também está ampliando em 10 litros a ETE para que ela tenha a capacidade de tratar 40 litros de esgoto bruto por segundo. Esse é outro pacote de obras que foi garantido em convênio entre a Funasa e Sanesul, é uma frente de trabalho que está com 25% das obras concluídas. O valor desse convênio é de R$ 3,4 milhões.

Compartilhe: