Sanesul recomenda o uso consciente de água durante estiagem

Clima seco castiga o Estado e exige um cuidado ainda maior na hora de usar a água tratada

Temperatura na casa dos 37 graus e sensação térmica de 40. É o clima seco que vem castigando grande parte da região Centro Oeste do Brasil, e que tem deixado autoridades em alerta.

De acordo com meteorologistas, os registros apresentados em Mato Grosso do Sul já identificam o período como sendo um dos mais secos e prolongados dos últimos anos. O Pantanal sul-mato-grossense registra a maior seca dos últimos 50 anos.

A consequência de tanta incidência de calor resultou em focos de queimadas que acabaram deixando a maior área alagada do planeta em chamas. As queimadas frequentes na região já consumiram 12% do total da área do Pantanal, o que fez o Governo do Estado de Mato Grosso do sul decretar estado de emergência ambiental.

A falta de chuva atingiu todas as regiões de MS, o que ocasionou não só as queimadas como também o enfrentamento de um forte calor em praticamente todas as cidades do Estado.

A chuva é aguardada em baixo volume, mas ainda para a próxima semana de Setembro.

Por esta razão, a Sanesul orienta todos os consumidores sobre o uso adequado e consciente da água tratada distribuída na rede de abastecimento.

“Nossa tarefa é garantir que os reservatórios se mantenham em níveis adequados até o início do período chuvoso, evitando problemas de falta de água em todos os municípios. Para que isso ocorra, necessitamos do apoio de nossos consumidores que recebem a água tratada dentro de casa. Usar a água com responsabilidade, evitando desperdício com banhos longos, lavagem de calçadas e carros, são algumas das orientações que passamos todos os anos, e que agora em 2020 devem ser observadas com maior critério e rigor”, observa Elton Teixeira, gerente do sistema de abastecimento de água da empresa.

O processo de tratamento da água é criterioso e caro, por isso é fundamental o uso racional e evitar qualquer desperdício:

– Fechar bem as torneiras após o uso;

– Fechar a torneira enquanto escova os dentes ou faz a barba;

– Evitar banho demorado;

– Desligar o chuveiro para se ensaboar e reabrir para se enxaguar;

– Antes de lavar a louça, remover restos de comida dos pratos e das panelas;

– Evitar lavar as calçadas e o carro com mangueira;

– Molhar as plantas ao entardecer ou amanhecer;

– Ficar atento aos vazamentos em pias, chuveiros e vasos sanitários.

Compartilhe: