Transparência: controle rigoroso em campanha de imunização

Azambuja e Resende, na videoconferência: mais doses para o Estado

Com um calendário para todos os municípios e medidas de rigoroso controle na distribuição e na aplicação das vacinas, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) está levando adiante o planejamento da campanha para a imunização em massa da população contra o coronavírus. Os 79 municípios receberão o calendário de distribuição das doses assim que o Ministério da Saúde formatar o plano nacional de distribuição das vacinas.

Esses procedimentos foram reafirmados na quarta-feira (17), durante um encontro virtual entre governadores e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Azambuja enfatizou seu compromisso com a transparência na divulgação das datas e em todo o processo de combate, prevenção e imunização. Pazuello propôs distribuir cerca de 230 milhões de vacinas aos 27 estados até julho próximo. Desse total, 190 milhões já estão contratadas com o Instituto Butantan/Sinovac e a Fiocruz/AstraZeneca/Oxford.

Com a promessa do ministro, Azambuja acredita que até julho 200 milhões de doses terão sido distribuídos. “Assim que estiver fechado o calendário ministerial, vamos disponibilizar as vacinas de imediato para que toda a população acompanhe a entrega e o recebimento. E a aplicação das doses também será monitorada, por nós e pela sociedade”, asseverou, após a reunião virtual.

COBRANÇA

Um calendário de vacinação detalhado, com previsão de entrega mês a mês, é a principal reinvindicação feita pelos governadores ao Ministério da Saúde. O ministro da Saúde reforçou que a compra dos imunizantes será feita dentro do Plano Nacional de Imunizações (PNI) e a distribuição das vacinas será de acordo com os grupos prioritários.

“Vamos vacinar todos os brasileiros em 2021”, afirmou Pazuello. Até o final do ano, o Ministério da Saúde planeja adquirir 454,9 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, de diversas fabricantes. “Mato Grosso do Sul construiu uma logística rápida de distribuição de vacinas. Estamos prontos para receber as novas doses e reforçar nosso plano de enfrentamento à Covid-19”, sublinhou o secretário de Saúde, Geraldo Resende.

Compartilhe: