Vocação pastoral é exercício de entrega absoluta, afirma Rinaldo

Deputado é autor da lei que instituiu em Mato Grosso do Sul o Dia Estadual do Pastor Evangélico

O deputado estadual Professor Rinaldo (PSDB) afirma que para manter viva e fazer mais intensas as chamas da fé cristã e do amor ao próximo, a vocação pastoral vem a ser um dos principais motivadores da humanidade. “O cristianismo é a religião predominante no Brasil. Dentro deste grupo, temos uma corrente que cresce a cada ano: o de cristãos protestantes ou evangélicos”, salientou o deputado, autor da lei que instituiu o Dia Estadual do Pastor Evangélico, todo segundo domingo de junho.

Segundo o demógrafo José Eustáquio Alves, professor aposentado da Escola Nacional de Ciências Estatísticas do IBGE, o número de brasileiros adeptos da religião evangélica cresce em média 0,8% ao ano desde 2010, podendo a partir de 2032 ser a maioria no País. Um dos motivos para este crescimento pode estar relacionado ao trabalho dos pastores, pois cada igreja ou célula sempre tem um líder com a responsabilidade de orientar e motivar os demais membros em busca de crescimento pessoal.

Rinaldo Modesto avalia que a dedicação e o trabalho dos pastores refletem no crescimento do cristianismo como um todo, fazendo cada vez mais com que famílias participem não somente de uma religião, mas de um novo e impactante estilo de vida. “Em suas atribuições de líder, estão o aconselhamento pessoal e familiar, formação de novos líderes, ensino bíblico, cuidar dos membros da igreja como se cuida de alguém da própria família. O trabalho do pastor é muito importante para a igreja, mas não é fácil, pois muitas vezes é preciso levar em conta a particularidade de cada participante de uma congregação”, opina.

Para o Professor Rinaldo, este é um trabalho que acima de tudo precisa de vocação, preparo e muita dedicação. “Por isso, o objetivo de criarmos o Dia do Pastor Evangélico sempre foi de reconhecer, homenagear e honrar os pastores do nosso Estado, que exercem todos os dias o ministério tão lindo de cuidar do próximo”, concluiu.

Compartilhe: