Vice-prefeita de Maracaju: “Estou motivada a disputar a prefeitura pelo PSDB”

maracaju_vice prefeita

Se sentindo “uma carta fora do baralho” no PMDB do prefeito Maurílio Azambuja, que, além de uma má administração vem perdendo importantes aliados por centralizar a gestão e não dar espaços políticos a sua equipe, a vice-prefeita de Maracaju, Eliane Vincensi Simões, 50 anos, é mais uma expressiva liderança local que se filiou ao PSDB e desponta como forte candidata à prefeitura nas eleições deste ano.

Produtora rural e com um trabalho atuante na área social, a vice-prefeita decidiu abandonar o barco à deriva do prefeito em busca do espaço e do reconhecimento que não teve no PMDB. Ela aceitou o convite do governador Reinaldo Azambuja para ingressar no PSDB e colocou seu nome à disposição do partido para concorrer à eleição majoritária ou à Câmara Municipal. “Estou motivada e quero contribuir ainda mais com minha cidade”, diz.

Comedida e centrada, Eliane Simões fala com exclusividade à FOLHA DE CAMPO GRANDE e demonstra maturidade política ao evitar remoer o processo de alijamento que sofreu enquanto no PMDB do prefeito Maurílio Azambuja. “Sai do partido por uma questão pessoal e o que me interessa, agora, é ajudar o PSDB a ganhar estas eleições para que possamos, com o apoio do governador, transformar a nossa Maracaju”, pondera.

Natural da cidade gaúcha de Bozano, Eliane Simões reside no município há 40 anos. Casada com Nilton Simões, tem dois filhos. Formam uma família de produtores de milho e soja. Sem tradição na política, foi eleita a segunda mulher vice-prefeita da cidade pelo voto direto e projetou-se pelo seu trabalho como secretaria municipal de Assistência Social, cargo que deixou recentemente por falta de apoio do prefeito.

FOLHA DE CAMPO GRANDEDe que forma a política partidária entrou na vida de uma produtora rural, cuja família não tem tradição política?

ELIANE SIMÕES – Na verdade, todos gostam de falar de política na minha família, mas ninguém é político, pois são todos produtores rurais. Dentro de todos os segmentos tem que haver alguém para defender sua classe. Foi pensando assim que o presidente do PMDB, Joao Carlos Pessato, convidou-me e o meu marido, Nilton, para filiarmos no partido. Como produtora rural que sou, me tornei a representante do campo. Sempre gostei de participar na escola como líder de classe, na comunidade como catequista. Em nosso bairro, conversar com as pessoas nos motivava a fazer o melhor pela nossa cidade.

FCG – Como a senhora vê a ascensão da mulher na política? Hoje temos também uma vice-governadoria. A mulher está, de fato, ganhando seu espaço?

ELIANE SIMÕES – Acho que ainda falta muito para a mulher ganhar  espaço em todos os segmentos da sociedade, mas aos passos lentos  elas vão conquistando seu  lugar, nas empresas,  na área rural,  nos cargos públicos e outros setores. Temos aqui no Estado uma vice-governadora, que muito ajuda o nosso governador. Como vice-prefeita em Maracaju, nossa atuação ficou muito limitada e não consegui colocar minhas ideias em prática. Mas, precisamos conquistar nosso espaço e provar que somos capazes para a sociedade acreditar em nosso potencial. Somos guerreiras, batalhadoras, administramos nossas famílias, e por que não ocupar nosso espaço que até então é do homem sempre, com muito amor e fé. Claro, respeitando as ideias dos outros, mas conquistando nosso espaço.
FCG – Qual tem sido o foco de seu trabalho como vice-prefeita? A área social é uma das prioridades?
ELIANE SIMÕES – O meu foco é pensar  nas pessoas de Maracaju e de nosso Estado, em administrar  nossa cidade para que continue crescendo, sempre trazendo empresas  para empregar nossas  pessoas, gerar perspectivas para as futuras gerações. A cidade precisa de mais  mais escolas e creches, para que as mães possam colocar seus filhos enquanto trabalham, e  devemos estar com os olhos voltados para a área social, que  é minha  prioridade e também do meu  município.

FCG – Como foi a experiência de assumir uma secretaria municipal?

ELIANE SIMÕES – Na secretaria de Assistência Social, onde fiquei por dois anos e meio,  inclusive uma  das secretarias mais complexa, confesso que  foi difícil,  mas  me esforcei  e  foi uma experiência  muito  boa. Aprendi junto com as pessoas e com o setor administrativo a trabalhar em equipe para dar um atendimento especial às pessoas, ouvi-las e depois tirar as conclusões para fazer o melhor. No entanto, fiquei muito limitada para trabalhar e pedi meu afastamento da secretaria, passando a exercer apenas o cargo de vice-prefeita.

 

FCG – O que motivou sua saída do PMDB e o afastamento do prefeito?

ELIANE SIMÕES – Meu projeto inicial era sair candidata a vereadora, mas os partidos não se coligaram  e veio o convite para ser vice. Fomos às ruas, pedimos o voto, ganhamos a eleição, onde os eleitores depositaram a confiança na gente pelos compromissos que assumimos. No entanto, em  uma conversa com meu marido resolvemos pedir a desfiliação do PMDB por questões pessoais,  ficando momentaneamente sem partido. Mas logo veio o convite de outros partidos e o governador Reinaldo nos convidou para entrar no PSDB. Hoje  somos um grupo, onde me sinto muito mais acolhida e respeitada, e quero somar junto com os demais companheiros por uma Maracaju sempre melhor.

FCG – A senhora é pré-candidata à prefeitura em 2016?

ELIANE SIMÕES – Coloquei meu nome à disposição do PSDB e sou uma dos quatro pré-candidatos à prefeitura nestas eleições. Quem estiver melhor nas pesquisas vai ser o candidato, isso é um consenso dentro do partido, e os demais postulantes vão apoiar para que Maracaju tenha uma administração que respeite não só o povo, mas os compromissos políticos. A união faz a força e unidos venceremos, pois fazemos parte do PSDB, do grupo do nosso governador Reinaldo Azambuja.

FCG – Em disputando a eleição majoritária, quais suas metas e propostas para mudar a gestão de Maracaju?

ELIANE SIMÕES – Minha meta é fazer nossa Maracaju crescer e se desenvolver sempre mais, fazendo parcerias com nossos agricultores e os grandes empreendedores, Buscando avançar nossas potencialidades com tecnologia de ponta e infraestrutura. Incentivar a instalação de novas empresas e com isso gerando mais emprego e renda para as pessoas. Vamos construir mais escolas, uma saúde de qualidade, creches. Melhorar também o trânsito, construir ciclovias, cascalhamento nas estradas vicinais e zona rural para garantir o escoamento da nossa produção. Vamos melhorar os projetos em andamento, concluir obras abandonadas pela atual gestão, fazer uma governo com o povo, discutir os problemas e soluções de cada comunidade com os presidente  de bairros, trabalhar com a Câmara Municipal,  fazer projetos  e trazer  emendas federais  com os vereadores e deputados   para aplicar aqui em  nosso município. Com a força do nosso governador Maracaju só tem a ganhar.

FCG -. Qual sua avaliação do governo de Reinaldo Azambuja?

ELIANE SIMÕES – Já demonstrou, neste pouco mais de um ano e meio, que veio para mudar a forma de administrar. Com todas as dificuldades financeiras, por conta da crise profunda que passa o nosso Brasil, o Reinaldo vem cumprindo seu programa de governo. Todos sabem, mas o governador Reinaldo Azambuja é uma pessoa dinâmica e responsável, pensa grande e tem potencial para alavancar o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. Tenho a certeza ele que vai achar o melhor caminho para enfrentar as dificuldades, pois é na crise que encontramos as soluções para nossos problemas. No primeiro ano de sua gestão, o governador já deu mostras de que com seriedade e respeito à coisa pública e força política é possível superar a crise.

FCG – O governador tem cumprido seus compromissos com Maracaju?

ELIANE SIMÕES – Com certeza, na última visita a cidade inaugurou uma nova obra da Sanesul, reformou a Escola Cambarai, esta fazendo o asfalto da estrada Maracaju-Água Fria, que todos prometeram, mas não o fizeram, e agora já autorizou a abertura de uma estrada nos trilhos da antiga Noroeste para facilitar o tráfego dos bairros. Foi um bom prefeito e agora como governador vem honrando seus compromissos com Maracaju e vai cumprir ainda mais para que possamos mudar também o rumo do nosso município, onde a união política prevaleça e tenhamos uma gestão forte, sem perseguições e desavenças.

FCG – Suas considerações finais, vice-prefeita?

ELIANE SIMÕES – Eu só tenho a agradecer a todos os moradores da minha cidade de Maracaju, o meu muito obrigada a esta terra abençoada que nos acolheu tão bem há 40 anos. Aqui, onde constituímos nossas famílias, trabalhando com muita dedicação; onde eduquei meus filhos, todos formados. Sou uma maracajuense de coração com muito orgulho, hoje vice-prefeita dessa cidade, onde o povo nos elegeu acreditando na nossa palavra, nas nossas propostas sinceras. Peço novamente um voto de confiança, se for candidata à prefeita, para poder mostrar meu trabalho e fazer nossa cidade desenvolver juntamente com as pessoas que aqui moram. Deus abençoe nossa querida cidade.

Compartilhe: