A Saída: mistério polonês

A-Saida-Principal

Imagine acordar em algum lugar estranho sem saber como você chegou lá, ou mesmo quem você é. Agora imagine que você e um grupo de outros adolescentes atraentes estão na mesma situação. Isso soa como um show confuso para você? Pois é.

Vemos uma jovem dormindo intermitentemente e ouvimos gritos em sua cabeça. Ela acorda de repente. A menina (Maria Wawreniuk) não tem ideia de onde ela está ou mesmo quem ela é. Ela nota uma queimadura feia no braço. Quando ela se levanta para começar o dia, um despertador toca e ela se lembra de si mesma. Seus pais morreram em um incêndio. Ela tem o nome de sua tia, mas ela não sabe qual é o nome dela. Ela tem 17 anos e seu aniversário é 6 de fevereiro. Ela disse que sua mãe costumava dizer que seus dentes cairiam se ela não os escovasse. Ela está lá há quatro dias e, por enquanto, ela se chama NN (sem nome).

Enquanto ela caminha por este enorme prédio antigo, semelhante a um hospital, com móveis e iluminação modernos, ela vê outra pessoa de sua idade dançando. Ela logo se junta a outros adolescentes, todos os quais estão no centro de transtornos de memória da Segunda Chance há algum tempo. Mas Iza (Klaudia Koscista), uma paciente particularmente extrovertida, dá a NN um furo sobre o que esperar lá: uma terapia com o diretor do centro, o Dr. Zofia Morulska (Marta Nieradkiewicz) que consistirá principalmente na tentativa de extrair informações do paciente. Todos passaram pelas mesmas coisas que ela, e todos se lembram de coisas diferentes. No entanto, é um processo lento. O que Iza também sugere é que cultivar um talento geralmente ajuda com a memória.

Durante sua sessão com a Dra. Zofia, NN, lembra que seu pai disse a ela para segurar canecas quentes pela alça e lembra a aparência de sua tia, mas não o nome.

E outras bizarrices irão acontecer a NN; se liguem!

A Saída tem a estranheza de um show como Legion combinada com o tom colegial de algo como Gossip Girl ou Elite.

A série começa lentamente, enquanto observamos Julia tentar “tatear” o início de um dia em que ela sabe tão pouco ou por que está lá. Mas quando ela começa a conhecer seus colegas pacientes, como a dançarina ágil chamada Syzmon (Wojiech Dolatowski), o idiota chamado Pawel (Michal Sikorski) e a garota esperta chamada Milena (Zuzanna Galewicz), o show começa a se transformar em um estranho drama adolescente, um que não temos certeza se tem um controle sobre o que quer ser. Com certeza, há algo acontecendo no instituto Segunda Chance, e Julia descobrirá mais ao reconstituir o acidente que a levou até lá.

Nós recebemos algumas pistas ao longo do caminho e sabemos que o Dr. Zofia sabe muito mais sobre Julia do que Julia sabe sobre si mesma. Mas não tenha a certeza de que a série vá mergulhar profundamente nessa exploração. Só aguarde e assista até o fim.

5 pipocas!

 

 

Disponível na Netflix.

Compartilhe: