Não Olhe Pra Cima: um meteoro vem vindo e agora?

Dont-Look-Up-Principal

Leonardo DiCaprio, Jennifer Lawrence, Timothee Chalamet, Jonah Hill e Meryl Streep estrelam esta sátira gloriosamente maluca do diretor e roteirista de A Grande Aposta, Adam McKay, em colaboração com David Sirota. Não Olhe Pra Cima conta a história da luta de dois astrônomos para convencer a humanidade de que um cometa gigante está se dirigindo à Terra.

Inicialmente programado para ser distribuído pela Paramount, o filme foi escolhido pela Netflix no início de 2020. Uma pandemia, uma mudança de administração e uma tentativa de insurreição tardia, a narrativa de Não Olhe Pra Cima tornou-se ainda mais um pressagio do que seus criadores esperavam.

Quando Kate Dibiasky (uma Lawrence hilária) descobre um objeto destruidor de planetas vindo em direção à Terra, a candidata a PhD em astronomia informa seu professor, Dr. Randall Mindy (DiCaprio), que por sua vez alerta a Casa Branca.

Após uma breve reunião com a presidente Orleon (Streep em modo trumpiano totalmente desequilibrada) e seu filho Jason (Hill), Kate e o professor são informados sem a menor cerimônia de que nenhuma ação será tomada, apesar de o objeto estar a apenas seis meses de matar todos no planeta.

Ignorada pela imprensa e ridicularizada pelas redes sociais, Kate se rebela na esperança de forçar a presidente a agir. Enquanto isso, o bilionário Peter Isherwell (Mark Rylance) encontrou uma maneira de lucrar com o objeto que se aproxima e convenceu a presidente a manter seu plano.

Embora o filme não seja explicitamente sobre a pandemia – seus criadores repetidamente se referem a ele como um filme sobre mudanças climáticas – existem alguns paralelos óbvios aqui a serem traçados com a luta atual contra a desinformação nas mídias sociais de anti-vacina e negadores da Covid.

É verdade que muitos acusarão Não Olhe Pra Cima de não ter a sutileza dos filmes anteriores de McKay, mas há algo refrescantemente honesto no filme que inegavelmente se presta à tolice de sua narrativa. Além disso, é um filme sobre o absurdo dos tempos atuais em que vivemos e ninguém pode argumentar que não é loucura negar fatos em favor de invenções bizarras – ou pode?

Há algo genuinamente cativante em um filme que não parece se importar nem um pouco em parecer bobo, desde que sua mensagem seja ouvida pelos milhões de espectadores que até agora o tornaram o filme mais assistido do mundo depois de apenas dois dias de streaming.

5 pipocas!

Disponível na Netflix.

Compartilhe: