Perry Mason: um clássico revisitado

Perry-Mason-Principal

Perry Mason é uma minissérie em oito partes que é uma reformulação drástica de um dos primeiros clássicos da TV americana. Se trata de uma nova abordagem da série de tribunais. Desta vez, o icônico advogado de defesa é interpretado por Matthew Rhys de The Americans. Diz a lenda que o programa original apresentou muitos ingredientes inesquecíveis, começando com sua música tema que era imponente e séria. Porém, essa nova versão é muito diferente e igualmente muito boa.

O show é baseado nos romances de Erle Stanley Gardner. Neles, Perry era severo, conservador e fechado. Ele e sua equipe jurídica, a secretária Della Street e o investigador particular Paul Drake, raramente eram vistos em casa, apenas no trabalho – ninguém sabia do lado particular dos personagens como nesta nova abordagem. Gardner havia sido advogado por 20 anos antes de escrever o primeiro de seus 80 romances de Perry Mason.

O primeiro dos seis filmes de Perry Mason veio em 1934, mas foi a série de TV, mais do que qualquer outro meio, que glorificou Perry Mason como um drama de tribunal de excelência. Perry enfrentou o promotor público, Hamilton Burger, em todas as vezes e quase nunca perdeu um caso. E, normalmente, o caso era ganho quando Perry fazia uma testemunha ceder durante o interrogatório e, naquela primeira geração da TV, esse tipo de fórmula confiável era reconfortante e muito popular. E Perry Mason apresentou e aclimatou uma nação inteira de espectadores a termos de tribunal anteriormente desconhecidos como objeção, anulação e convocação para o júri.

Já este novo Perry Mason reimagina o material original de forma agressiva e eficaz. Algumas mudanças são feitas para dar aos personagens não apenas profundidade, mas maior relevância para a nova geração. Agora Paul Drake é um policial afro-americano casado que lida com o preconceito dentro e fora da área. Ele é interpretado por Chris Chalk. Já Della Street, interpretada por Juliet Rylance, é uma secretária, lésbica e tem aspirações para uma carreira própria no tribunal. Quando a conhecemos, ela está trabalhando para um advogado veterano chamado E.B. Jonathan, interpretado por John Lithgow, que não apenas apoia a iniciativa dela, mas também tenta ajudar Perry, um filho de amigos da família. Este novo Perry Mason é tudo, menos conservador ou bem-sucedido. Ele está morando fora de Los Angeles, na fazenda decadente que seus pais lhe deixaram quando morreram. A fazenda está em más condições, então E.B. aparece para lhe oferecer um trabalho potencialmente lucrativo de detetive particular.

Assim, quando o drama de Perry Mason começa, seu herói é um detetive, e não um advogado. E ao longo desses oito episódios, conforme um caso central do assassinato se desenvolve e vai a julgamento, as estrelas começam a se alinhar. Matthew Rhys interpreta os dois extremos de seu Perry Mason perfeitamente – o taciturno e o inconformista de tantos filmes noir, bem como o orador emocional de convocações para o júri.

O mistério de toda a temporada de Perry Mason gira em torno de uma imagem assustadora: um bebê morto com os olhos costurados abertos, vítima de um sequestro que dá terrivelmente errado. Mason tem a tarefa de descobrir quem matou o bebê e por quê, e o rastro de pistas o leva até o submundo da Cidade dos Anjos, que está repleta de policiais sujos, esposas traidoras e advogados arrogantes. A história oferece muitos tópicos de trama intrigantes para classificar … e mais do que alguns visuais horríveis ao longo do caminho.

Sinto que devo oferecer um aviso: este é um programa pesado e intenso; é impecavelmente trabalhado e surpreendentemente envolvente, no entanto, equilibrando os elementos do crime e investigando profundamente a psique perturbada de Mason. E para os fãs mais obstinados que seguirem, eventualmente evoluirá para um drama de tribunal que esperamos da marca. Quase parece a história da origem de um super-herói, com Mason mostrando dicas do advogado de defesa que ele viria a ser.

5 pipocas!

Em cartaz na programação da HBO e na HBO Go.

Compartilhe: